Ajudando você, Ajudo outros!

  • Fluxo da Felicidade, Terapias integradas;
  • Saia do piloto automático e assuma o controle da sua vida;
  • Barras de Access - 32 pontos em sua cabeça que vão mudar sua vida;
  • Reiki - energia da alegria, do amor e da gratidão que cura;
  • Ninguém entende mais de você do que você mesmo;
  • Saia da crise aprendendo a construir seu poder pessoal;
  • Quer mudar o mundo? Mude seu interior e verá que tudo a sua volta mudar;
  • O passado seu mestre, o presente o convite, seu futuro sua meta;
  • O Universo responde a quem você é e não ao que você quer;
  • Tome suas decisões sempre a favor das suas paixões;
  • Aproveite seu tempo explorando novas possibilidades de ser ainda melhor;
  • Viver no seu presente, é o seu melhor presente;

Estou sem saída, e agora?

Saída – definição: lugar, passagem por onde se sai, por onde alguém ou algo pode sair ou escapar

Do que você quer escapar ou sair?

O arcano maior, creio que o mestre na arte de estar parado diante de um obstáculo até que veja em si mesmo a saída, poderá lhe ajudar.

Dependurado ou Enforcado

Nesta carta poderá perceber que na verdade o dependurado ou enforcado é o imperador , que representa a ação, paralisado. Veja que tanto uma carta, quanto a outra as pernas formam um 4.

O Imperador representa a conquista daquilo que ambicionamos, a estabilidade e a segurança que são alcançadas graças aos esforços e também à coragem e à determinação.

A nível profissional indica dinheiro, reconhecimento do seu valor, estabilidade financeira, conquistas, etc.

A nível amoroso o Imperador anuncia um relacionamento estável e seguro, com alguém de confiança, indicando que está em pleno domínio da situação.

Então, o que aconteceu com ele para perder todos recursos e as capacidades de que precisa para triunfar em qualquer área da sua vida?

Reação pela não ação

Como de repente se vê sem saída? Neste momento surge a necessidade de ser prudente diante das circunstâncias que o impedem de agir.

Geralmente encontra-se num impasse, indica uma situação que o deixa de pés e mãos atados.

Estratégia ou medo?

Em algum momento de sua vida percebeu a necessidade de avaliar as suas ações e para pensar muito bem naquilo que deseja e no que precisa de fazer para encontrar uma saída?

Encontra-se em um período em que não é possível fazer nada além de avaliar as situações e estar mais atento a tudo o que se passa.

Ou ainda no amor indica que a relação está parada, que as atitudes devem mudar para que a situação possa melhorar.

A nível de saúde, o Dependurado indica fragilidade, é necessário cuidar melhor de si e da sua saúde.

A nível de dinheiro não mostra saída, é uma fase de sacrifício, em que necessita ser contida as despesas para suportar esta situação e procurar formas de a resolver. 

Como o imperador ficou sem saída? 

Antigo Edda :

“Sei que fiquei pendurado naquela árvore fustigada pelo vento,
Lá balancei por nove longas noites,
Ferido por minha própria lâmina, Sacrificado a Odin,
Eu em oferenda a mim mesmo:
Amarrado à árvore
De raízes desconhecidas.

Ninguém me deu pão,
Ninguém me deu de beber.
Meus olhos se voltaram para as mais entranháveis profundezas,
Até que vi as Runas.

Com um grito ensurdecedor peguei-as,
E,então,tão fraco estava que caí.
Ganhei bem-estar
E sabedoria também.

Uma palavra,e depois a seguinte,
conduziram-me à terceira,
De um feito para outro feito.”

Qual o poder das palavras?

As palavras (informações) tem o poder de gerar em nós mesmos o julgamento, pontos de vista, crenças limitantes, paradigmas, limitações e ações, que por sua vez experimentamos sensações carregadas de sentimentos. 

Tanto quanto puder observar, somos todos igualmente sensíveis ou não estaríamos vivos. Alguém tem ideia de quantas vezes instintivamente evitou o perigo ou as situações que não lhe convinham ou até mesmo tinha medo do confronto.

Assim como em outros momentos sabia com precisão escolher aquilo que te favorecia?

Nossa sensibilidade está sempre trabalhando, embora estejamos relativamente conscientes ou inconscientes disso.

“Todas as grandes descobertas são feitas por homens cujos sentimentos vão na frente dos pensamentos.” 

Como o pendurado se viu sem saída?

Hábitos emocionais prejudiciais.

  • Fico incomodado com meu próprio sofrimento e com o sofrimento que posso causar aos outros;
  • Tenho pouca tolerância quando não fazem o que eu quero e nem sempre sei lidar com os resultados da minha impulsividade;
  • Fico incomodado com o caos da minha vida, sinto-me esgotado e sem vontade de reagir e muito menos reagir;
  • Tomar decisões com base nos meus sentimentos leva sempre ao fracasso, por isso ignoro;
  • Se eu for mais sensível, eu não conseguiria agir direito no mundo;
  • O sucesso é para os fortes;
  • Se eu fosse mais sensível, provavelmente ficaria doente;
  • O que os outros irão pensar sobre mim se demonstrar meus sentimentos? Serei um fraco.
  • Projetamos culpa, raiva, ódio, responsabilidade sobre os resultados ruim de nossas vidas aos outros quando não queremos sentir alguma coisa. Agredimos quem ameaça destruir a realidade que construímos, mesmo que seja falsa;
  • Ficamos presos em conflitos e posições polarizadas que não se resolvem, dia após dia. Discutimos, criticamos, brigamos e queremos sempre estar com a razão;

Entendemos desde cedo que evitar a dor e a ser forte é dominar o medo, precisamos fechar o coração, desconfiar ou rejeitar a alegria, ” Cuidado. Quem muito sorri acaba chorando depois”, é como se houvesse algo errado conosco, é estar fora da realidade, porque a realidade é dura, precisa ser disciplinado.

O conselho do Dependurado

Depois de muito tempo  tentando influenciar  ou controlar as pessoas, transformando-as em solucionadores dos meus problemas e tentando consertar tudo o que me incomodava em mim e nos outros para fazer o mundo exterior funcionar de acordo com minhas expectativas, eu aprendi:

A saída

Aprendi que só há um momento que tudo funciona, é quando eu paro de resistir a novas ideias e conhecimentos e entender que a minha verdade pode não ser a única;

Aprendi que podemos experimentar várias sensações sem perder a lucidez  e manter a segurança de saber o que é preciso mudar em nós mesmos;

Aprendi que minha própria companhia é ótima, de modo que não precisamos impressionar ou ser aprovados pelos outros, apenas respeitados;

Aprendi que a vida e a mente naturalmente oscilam, de modo que aprendi aceitar que somos seres emocionais dotados de pensamentos e sentimos.

Aprendi a aceitar quem somos, nós e o mundo, feitos de muitas percepções e não preciso mais brigar para ter razão, nada é totalmente certo ou errado, tudo é uma questão de ponto de vista.

Convite

Agende uma consulta e saiba mais o que o tarot tem para lhe dizer e que poderá sua vida mais leve e divertida.

Entenderá como adquirir hábitos emocionais saudáveis e encontrar soluções criativas para seus dramas e dilemas da vida.

 



  < Voltar

 

Vamos conversar? Entre em contato.

Envie uma mensagem