Ajudando você, Ajudo outros!

  • Fluxo da Felicidade, Terapias integradas;
  • Saia do piloto automático e assuma o controle da sua vida;
  • Barras de Access - 32 pontos em sua cabeça que vão mudar sua vida;
  • Reiki - energia da alegria, do amor e da gratidão que cura;
  • Ninguém entende mais de você do que você mesmo;
  • Saia da crise aprendendo a construir seu poder pessoal;
  • Quer mudar o mundo? Mude seu interior e verá que tudo a sua volta mudar;
  • O passado seu mestre, o presente o convite, seu futuro sua meta;
  • O Universo responde a quem você é e não ao que você quer;
  • Tome suas decisões sempre a favor das suas paixões;
  • Aproveite seu tempo explorando novas possibilidades de ser ainda melhor;
  • Viver no seu presente, é o seu melhor presente;

No livro de Michal Odoul Diga-me onde dói e eu te direi por quê, ele nos diz que as dores em nosso corpo são as mensagens das nossas emoções, como um grito de alerta de que algo não está bem.

Já o Dr. Thierry Médynski diz: “Graças à leitura, aprenderemos talvez a ver a doença não como um episódio do acaso ou da fatalidade, mas como uma mensagem da nossa consciência, do nosso ser interior. Seremos capazes talvez de descobrir por trás de determinado sofrimento uma doença ‘criativa’ um meio de progressão na nossa evolução.”

Pare agora por um instante, observe seu corpo, percebe alguma dor? Tem dores que por mais que sejamos medicados se tornam velhos companheiros, assim como nossos medos, invalidações, traumas, até o excesso de adrenalina pode gerar ansiedade.

Pronto? Então vamos entender um pouco mais porque hoje cada vez mais cedo essas dores no corpo se tornam acumulativas e constantes.

Nosso modo de vida atual, somo regidos não pelos nossos valores ou vontades, é a mídia que nos dita normas de conduta, de valores e até mesmo como nos comportarmos para sermos mais amados, mais bonitos, ser aceitos e ter sucesso.

Essa é  a armadilha do materialismo, a aceleração permanente do nosso cotidiano nos levaram, pouco a pouco, a confundir e vivermos uma vida fora do corpo.

Como assim? O tempo todos fazemos download de arquivos como músicas, documentos, vídeos e também fazemos o mesmo com modelos prontos de pessoas que acreditamos ser perfeitas para dentro de nós e fazemos dela um modelo a ser seguido.

Podem ser vários e construímos um  Frankenstein , com várias partes de nosso corpo, nossa mente e sentimentos modificados a partir de um modelo que compramos e importamos para dentro de nós.

Com isso vamos perdendo a nossa identidade, já não sabemos nossos valores autênticos e muito menos que ROTEIRO DE VIDA estamos seguindo.

De repente você acordo com uma dor ou dores no seu corpo e corre ao médico para te dar um REMÉDIO – remediar o que aí está, anestesiar. Então enquanto medicado tudo está bem, a enxaqueca se vai, a dor nas costar diminui, a dor de ouvido melhora, a garganta que caçava alivia.

O que será que recusamos a ouvir e que nosso corpo está gritando as mensagens que as nossas emoções estão nos enviando?

Alguns gritos que são mais comuns do que possa imaginar, principalmente as feridas do coração e da “alma” (aqui falo de ser espiritual, sua percepção de existência):

Um remédio milagroso para a maioria dessas dores do nosso corpo é cultivar a paz dentro de nós, conquistando um estado de tranquilidade, harmonizando nosso dia a dia.

Contraindicação – dizer “SIM” quando quer dizer “NÃO”.

Concentre-se, comece por respirar calma e profundamente por 3 vezes. Você pode fazer isso pelo seu corpo e para sair do barulho externo.

Perceba, sinta e olhe os resultados no seu corpo e nas suas emoções quando isso acontece, um processo de tensão se inicia no seu corpo, um sofrimento interno se acumula, a sua cabeça pode começar a doer, vertigem, músculos tensões. Comece a partir de hoje a auto-observação.

Apenas ouça tudo que está passando pela sua mente por 3 minutos, abra os olhos e escreva tudo que recordar e tire dessa lista tudo que for reclamação, insegurança, medos, irritação, julgamento e veja o que sobrou que apoio o SUCESSO da sua vida e equilíbrio do seus sentimentos, corpo e pensamentos positivos.

As principais dores no nosso corpo relacionadas aos nossos sentimentos.

A dor muscular representa uma dificuldade de se mover em nossas vidas.

A dor na cabeça (dores de cabeça) limita sua tomada de decisão. A enxaqueca ocorre quando sabemos que temos que tomar uma decisão mas não o fazemos.

Dor no pescoço indica que você pode estar tendo problemas em perdoar os outros, ou de perdoar você mesmo.

Dor na gengiva está relacionada com decisões que você não toma ou está evitando tomar.

Dor no ombro pode indicar que você está carregando um fardo emocional grande.

O dor estomacal ocorre quando você não digere, figurativamente, algo negativo.

Dor na parte superior das costas indica que lhe falta apoio emocional. Você pode não estar se sentindo amado.

A dor na região lombar pode significar que você está se preocupando muito com dinheiro ou você está carente de apoio emocional.

Dor no osso sacro significa que você pode estar sentado sobre uma questão que precisa ser tratada.

Dor no cotovelo tem muito a ver com a resistência à mudança em sua vida. Se seus braços estão rígidos, pode significar que você está sendo teimoso.

Dor nos braços significa que você está carregando algo ou alguém como um fardo emocional. Pode ser hora de se perguntar por que você continua levando-o?

Dor nas mãos. As mãos simbolizam a conexão para com os outros, ou seja, não conseguir se conectar. Se você sentir dor na mão, isso pode significar que você não “se estica” o suficiente para os outros (não faz esforço para se aproximar das pessoas). Tente fazer novos amigos, ou rever seus antigos contatos!

Dor nos quadris significa que você já esteve com medo de se movimentar. Quadris doloridos podem ser um sinal de que você é muito resistente a mudanças e movimentos. Ele também podem mostrar uma cautela para a tomada de decisões.

Dor nas articulações em geral. Tal como os músculos, dor nas articulações significam falta de flexibilidade.

A dor no joelho. O joelho, simboliza o nosso relacionamento com outro sujeito, equilibrado ou agressivo. O problema no joelho indica uma dificuldade de “se dobrar”, para aceitar as coisas como elas são. O interior do joelho refere-se à comunidade, trabalho, amigos; a parte externa do joelho é ligada a problemas pessoais. Lembre-se: você é um ser humano, um mero mortal.

A dor dental representa o fato de que você não gosta de sua situação. Ficar com sentindo esse desgosto constantemente afeta suas emoções na vida cotidiana.

Dor no tornozelo mostra que você não está se permitindo ter prazer. Talvez seja hora de se tornar mais indulgente para consigo mesmo.

A dor do pé ocorre quando você está deprimido. Demasiada negatividade pode ocorrer sob seus pés. Aproveite os pequenos prazeres da vida. Adote um animal de estimação ou encontre um novo hobby, uma nova paixão.

Uma dor inexplicável em várias partes do corpo: A estrutura celular do corpo é constantemente renovada e durante este processo, as energias negativas são eliminadas. Nesse estágio, o sistema imunológico e todos os sistemas do corpo ficam enfraquecidos. Assim, embora o corpo possa parecer estar em um estado de doença, ele na verdade está em um estado de limpeza.Texto de autoria Mara Flores



  < Voltar

 

Vamos conversar? Entre em contato.

Envie uma mensagem