Como curar velhas feridas usando as Barras de Access?

Só há um jeito e a natureza nos ensina isso todos os dias.

Eu vou te contar uma experiência minha que faço sempre que preciso soltar emoções, aprender novas lições e me energizar.

Eu costumo ir ao Parque Ceret, mas poderá fazer em qualquer parque . Lembre-se que para tudo existe intenção e ação.

Antes de sair de casa faça uma lista do que quer se desapegar, pessoas, sentimentos, pensamentos, etc.

Quando entrar peça permissão e orientação durante sua jornada, que a natureza possa se conectar contigo e lhe ajudar no seu propósito.

Bem, entre sempre pelo lado esquerdo, é lógico, matemático, preciso, por isso não precisará provar nada, tudo já está aí, no seu consciente sobre tudo que quer deixar para trás. Observe que as árvores fazem isso, ficam nuas, soltam tudo que já cumpriu seu ciclo na sua vida para depois se renovarem.

 

Eu gosto usar o Ho’oponopono  para abrir minha percepção e as palavras de liberação e cura usando “Eu sinto muito, me perdoe, sou grata e eu te amo”.

Vou pelo caminho ouvindo esta música bem baixinho e deixando para trás tudo que já trouxe seu aprendizado usando as palavras que curam velhas feridas.

Velhas feridas

Observo como a natureza faz isso e por mais difícil que pareça, por mais densa ou grossas as camadas, vai se desprendendo, liberando, para que se renove abrindo-se em novas experiências e ciclo da vida.

Velhas feriadas são como um amontoado de  sentimentos, baseados em pensamentos, pontos de vistas que compramos, julgamentos, tradução de nossas decepções baseados em crenças, memórias físicas como agressões, comportamentos inadequados, etc.

Camada por camada vão sendo depositadas e acumuladas, nos deixando com aspectos de sofrimento, nos deixando opacos, sem brilho nos olhos, nos impedindo da ser a essência que nascemos para ser, de permitir que toda beleza, alegria, prosperidade e toda graça se manifeste.

Esteja atento (a) ao caminho, eu, por exemplo, parei no meio dos emaranhados de folhas velhas e retorcidas, retirei uma folha de um pé de boldo que cresceu ali.

E conversei com a planta: “Ensina-me a soltar tudo que tem deixado minha vida amarga, tudo que tem sido difícil digerir referente a situação…, diga-me como curar….”. etc .

Barras de access

Este é o processo das Barras de Access, vão retirando camadas após camadas que acumulamos durante esse existência e ainda além.

Há memórias que trazemos do nosso DNA que não são nossas, mas herdamos e permanecem ao longo de nossas vidas nos influenciando e até mesmo nos levando a tomar decisões diferentes das que pretendíamos.

Alguma vez já se pegou falando, “Nem sei porque fiz isso”.

Momento de bênçãos e gratidão 

Quando estiver exatamente no meio do caminho comece a jornada da gratidão. Até esse momento passou praticando o desapego.

Comece agora a agradecer tudo a partir dessa momento, inclusive por tudo que deixou para trás, pelo ar que respira, sua casa, família, experiências vividas e tudo mais que quer ter realizado, perceba que do lado direito está toda diversão, as quadras, pessoas correndo, brincando, parques, assim como o lado direito do cérebro é o lado intuitivo, sentimentos….

As barras de access  também trabalhas as bênçãos, gratidão, paz e calma, liberando todos os implantes que te impedem de viver uma vida mais leve e poder entrar no FLUXO DA FELICIDADE.

Assim ao sair terá feito o ciclo do aprendizado, de soltar os pesos e abri-se para novas experiências.

 

About Mara Flores

Mara Flores, especialista em técnicas de cura vibracional (#ThetaHealing, Barras de Access, Processos Corporais, #Reiki, TRF), Tarot Psicoterapêutico e Coaching de autoconhecimento. Sua missão é ajudar o máximo de pessoas a trazer mais leveza e facilidade aos seus corpos.