A cura pelas cores

Cromoterapia

Chromo - vem do grego 'chroma' e significa cor ,

Terapia - vem da terapia grega e significa tratamento

 

Autocura pelas cores

A terapia das cores pode ser feita brilhando uma cor apropriada em uma área do corpo. Também pode ser feito através dos olhos observando uma cor específica, embora isso deva ser feito com o máximo cuidado para evitar qualquer tensão nos olhos.

Antes de examinar a cor e suas implicações de cura, devemos abordar um conceito muito importante: o de causa e efeito. A verdadeira cura ocorre quando a causa da condição ou doença é abordada e transformada. Se a cura não for mais do que um mero alívio ou mascaramento dos sintomas, então, eventualmente, o que provocou a necessidade de cura, em primeiro lugar, ressurgirá e se manifestará dentro do corpo de uma forma ou de outra.

Como as cores nos afetam

  • A cor está conectada a tudo que nossa alma é, basta olhar para pinturas inspiradas ou meditativas.
  • Elas influenciam nosso humor e emoções.
  • Elas têm seu impacto em nossa sensação de bem-estar ou desassossego.
  • Usar e evitar certas cores é uma maneira de auto-expressão; lança luz sobre a nossa personalidade.
  • As cores afetam nosso modo de percepção (cores claras fazem um espaço parecer grande, um teto alto parece menos alto quando pintado em uma cor escura etc.)
  • As cores têm um significado simbólico que é imediatamente reconhecido pelo nosso subconsciente. Deve-se dizer que nem todas as cores significam o mesmo para todas as pessoas e todas as culturas.
  • Elas influenciam o fluxo e a quantidade de energia em nossos corpos.
  • As cores dizem algo sobre a atração biológica e a disponibilidade sexual. Por exemplo, a cor vermelho x bege.

“Então, qual é a sua cor favorita?” Perguntas como essa costumam ser feitas por psiquiatras para aprender e determinar o caráter de alguém da sua cor favorita. A resposta pode variar, dependendo da saúde e do bem-estar de cada indivíduo.

Os terapeutas de Cromoterapia freqüentemente combinam o método usando outras técnicas complementares, no meu caso, Reiki, ThetaHealing, Barras de Access, TRF (cura ativando o DNA) etc. 

Cromoterapia, definição.

A escolha das cores desempenham um papel importante na nossa vida.

A cromoterapia é um método de tratamento que utiliza o espectro visível (cores) da radiação eletromagnética para curar doenças. As cores tem o poder de ajustar as vibrações do corpo a frequência energética universal de equilíbrio e harmonia. É um conceito secular usado com sucesso ao longo dos anos para curar várias doenças.

As cores ajudam a curar e influenciam a energia do nosso corpo.

As cores sempre foram conhecidas por afetar o comportamento das pessoas de diferentes maneiras.

O MUNDO DAS CORES

Nossas cores

Será que as cores das nossas roupas, cabelos, maquiagem e outros acessórios falam da nossa personalidade e a mensagem que queremos passar para o mundo e para nós mesmos?

Existe ainda uma cor predominante que reflete nosso interior? Tipo, cor dos cabelos, batom, roupas escolhemos que fala sobre o nosso momento?

Eu vou lhe dar um ponto de vista sobre a influência das cores em nossa existência com uma personalidade muito famosa, Marilyn Monroe​e, uma marca registrada, o vermelho, a vontade, impulsividade e intensa.

Se você está sofrendo de algum distúrbio físico ou emocional e precisa reequilibrar o sistema de #chakras ou os centros de energia natural do corpo, a cromoterapia, mais conhecida como terapia de cores, pode ser um dos métodos de cura. As cores afetam nosso humor porque as cores têm seu próprio comprimento de onda e energia. Digite terapia de cores, que remonta milhares de anos.

A cor é uma das línguas da alma e da natureza expressa essa verdade.

cromoterapia (1)

Existem várias cores potentes, das quais as mais importantes são verde, amarelo, laranja, vermelho, azul e violeta. Vou agora explicar um pouco sobre o uso de cada vibração de cores, para que os leitores possam usar essas informações para promover um melhor bem-estar e harmonia dentro deles.

Conhecendo as cores

As cores frias: azul, violeta e índico  – Cores quentes: Vermelho, laranja e amarelo  –  Cor verde – neutra – Cor preto – absorve – não te alimenta energeticamente – Cor branca – receptiva.

 

Cura pela cor

Contribuição das cores em sua vida.

Vermelho: cria a vida, é o impulso, fala das nossas vontades, instintos, desejos, impacta, sangue a flor da pele, vontade de viver e muitas vezes vive para o outro em busca de ser reconhecido;

Laranja: Sustenta a vida e cria os meios para o existir,  nos dá autoconfiança, é o início do sentir para entender o que criamos. 

Amarelo: é a alegria de viver, ter autocontrole, sonhar para criar, o início da consciência individualizada do ser,  “EU SOU”. É ter mais percepção do que razão, é o momento lúdico, criativo e do questionar: “Quem eu sou?”, “O que vim fazer nesse mundo?”, “O que me faz feliz?”. O que, como, onde, por quê ?

Verde: Busca do equilíbrio, relaxamento, estar alerta e pronto para jornada sem ansiedade, aprendendo a viver no tempo presente. É o centro entre o mundo material e o ser espiritual

Azul: Guardião da moral e da verdade, formador do caráter, da introspecção, do pensar mais elevado, compaixão, reflete nossa sabedoria do que aprendemos  e altamente espiritualizado (aqui não há conotação da religião). Dá consciência ao ser espiritual da sua missão de vida.

Índico: Amplia a Consciência. “Depois que a água do rio chega ao Oceano, não há mais rio, só Oceano.” Ou seja, quando temos nossa consciência consciente da nossa missão de vida é clara e o que fizemos de nossas escolhas, é o momento de reeducar a mente, eliminar crenças limitantes, transformando o conhecimento em consciência expandida, é ir além da matéria para a criação.

Violeta: É o transcender, compartilhar, o equilíbrio entre o pensar e o sentir, seguir a vida sem EGO e confiar que você é um ser inteiro com capacidade de fazer escolhas e entender que cada pessoa é por excelência completo nas suas infinitas possibilidades. Confiar na vida sem expectativa de que é o outro e não você a resposta.

Pode não parecer óbvio, mas as cores desempenham um papel maior em nossas vidas do que a maioria de nós imagina.

De fato, as cores podem influenciar tanto a mente, o corpo e o ser espiritual que todos nós somos, um aliado importante para a nossa saúde e  nosso bem-estar físico e emocional.

As cores falam muito sobre a nossa personalidade.

Busca do equilíbrio

Como seres duais, há sempre em nós os aspectos positivos e negativos influenciando nossas decisões e gerando emoções / sentimentos.

Parece antagônico, mas também excesso de emoções positivas  nos rouba energia ou atrapalha nossos relacionamentos. Já viu aquelas pessoas excessivamente apaixonadas e afetuosas? Muitas vezes sufocam e se sufocam.

Há também pessoas que se doam tanto aos outros que esquecem de si próprios e a vida passa,  família fica para segundo pleno. Conhece alguém assim? Nunca tem tempo para ter tempo de ver o que a faz feliz além dos outros?

Eu acredito no caminho do meio para o equilíbrio, “nem tanto céu, nem tanto a terra”, é o centro. É como o quanto a açúcar e sal colocamos nos alimentos.

Eu diria que é a busca do verde, da vibração do equilíbrio, o mais próximo de estarmos presentes em nossas vidas sem ansiedade como irritabilidade, falta de ar, insônia, stress,  ou ainda estados como remorso, culpa, apegos, medos…

consciência e técnicas que nos possibilite estar no centro das nossas emoções. Eu entendo que mesmo os pensamentos influenciando nossas emoções, não determinam suas ações se estiver seguro de si e equilibrado.

Na cromoterapia é possível  limpar a aura de qualquer energia prejudicial, toxinas energéticas ou energias indesejáveis que estão ligadas à aura, a fim de equilibrar o fluxo de energia do corpo, desta maneira colabora para estabilizar e equilibrar o bem-estar e saúde física, emocional e psíquica.

Quando entende a importância e quais cores estão em sua aura, aproxima você da consciência mais elevada e espiritual, podendo curar sua vida.

É mais uma camada de conhecimento de um dos seus corpos sutis.

Como nos contaminamos? Um dos nossos maiores desafios é manter a mente livre de preocupações e problemas, atraímos o que somos e pensamos, por isso é normal chegar em casa depois de uma jornada diária, pesados, cansados e desenergizados, porque somos seres vibracionais e emitem ondas .